top of page
  • Foto do escritorKelly Rossi

Oração para Desaparecer - resenha


Autora - Socorro Acioli

Nacionalidade - Brasileira

Editora - Companhia das Letras

Gênero - Realismo mágico

Páginas - 208

Ano - 2023

ISBN - 9786559215706

Classificação - ⭐⭐


Sinopse - "Cida, uma mulher sem identidade nem memória, reconstrói pouco a pouco uma nova vida em um lugar completamente desconhecido. Jorge encontra nessa misteriosa estrangeira uma paixão inesperada, que recria o que não parece provável. Do outro lado do Atlântico, Joana é o fantasma de um amor há muitos anos perdido por Miguel.

Quando os quatro personagens se entrecruzam no tempo em busca de respostas para as próprias angústias, se deparam também com uma trama fantástica sobre magia, ancestralidade e pertencimento. Oração para Desaparecer é uma das histórias possíveis sobre o amor e seu poder de dissolver as barreiras do imponderável."


"O amor, o fogo mais antigo. A única força que dissolve e recria o tempo."


um renascimento. uma nova vida. uma nova oportunidade. "Oração para desaparecer" começa com um desabrochar revolto, um corpo expelido da terra reaprende a respirar, falar, sentir...


O início da história me pediu calma para acompanhar Cida em suas novas descobertas, sem lembranças nem identidade. Cida, uma brasileira, acordou dentro de terras portuguesas, e junto com ela, vamos desvendando mistérios que a autora planta desde as primeiras páginas.


Diferente de "A Cabeça do Santo", esse novo romance da autora é mais sério, tem pautas mais pesadas e é ainda mais carregado na trama fantástica sobre a magia, a fé, a ancestralidade, lendas e tradições. Socorro fez uma pesquisa minuciosa sobre a cultura indígena do nordeste brasileiro e suas ligações com Portugal.


"A vida é só essa coisa atropelada, que passa muito rápido e as únicas pessoas felizes são as que atravessam o tempo entregues ao amor."


"Entender o próprio país é uma das coisas mais importantes para entender o resto do mundo. E saber de si."


Diálogos e trechos fortes marcam todo o livro, mesmo assim não me conectei com a leitura como aconteceu com o primeiro romance da autora. Em um primeiro momento fiquei pensando se meu distanciamento com a história se deu pelo meu ceticismo, mas acredito que não, estava aberta aos acontecimentos desde o início, então acredito que o que me atrapalhou na experiência com essa leitura foi a alternância nas vozes narrativas.


Mesmo não gostando como imaginava, recomendo que conheçam a escrita da autora, é um ótimo entretenimento, tem uma história de amor bem potente e é recheado de muitos pontos culturais conhecidos por poucos.


"- Aprender que sou forte. Esquecer que sofri. Ter coragem. Entender que às vezes a única coisa que podemos fazer é o melhor possível, mesmo que pouco, dentro do dia que estamos vivendo.

- E amar.

- Amar eu sempre soube e isso me salvou."


Você já leu esse ou outro livro da autora? Gostaria de ler?



Beijos, um ótimo voo a todos e até a próxima!



Consulte as recompensas e colabore financeiramente com o blog: apoia.se/voandocomlivros

56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commenti


bottom of page