• Kelly Rossi

Olhos d'água - resenha


Autora - Conceição Evaristo

Nacionalidade - Brasileira

Editora - Pallas

Gênero - Contos

Páginas - 116

Ano - 2016

ISBN - 9788534705257

Classificação - ⭐⭐⭐⭐⭐


Sinopse - "Em Olhos d’água Conceição Evaristo ajusta o foco de seu interesse na população afro-brasileira abordando, sem meias palavras, a pobreza e a violência urbana que a acometem. Sem sentimentalismos, mas sempre incorporando a tessitura poética à ficção, seus contos apresentam uma significativa galeria de mulheres: Ana Davenga, a mendiga Duzu-Querença, Natalina, Luamanda, Cida, a menina Zaíta. Ou serão todas a mesma mulher, captada e recriada no caleidoscópio da literatura em variados instantâneos da vida?Elas diferem em idade e em conjunturas de experiências, mas compartilham da mesma vida de ferro, equilibrando-se na “frágil vara” que, lemos no conto “O Cooper de Cida”, é a “corda bamba do tempo”. Em Olhos d’água estão presentes mães, muitas mães. E também filhas, avós, amantes, homens e mulheres – todos evocados em seus vínculos e dilemas sociais, sexuais, existenciais, numa pluralidade e vulnerabilidade que constituem a humana condição. Sem quaisquer idealizações, são aqui recriadas com firmeza e talento as duras condições enfrentadas pela comunidade afro-brasileira."


💧 "LEMBRO-ME DE QUE MUITAS VEZES, QUANDO A MÃE COZINHAVA, DA PANELA SUBIA CHEIRO ALGUM. ERA COMO SE COZINHASSE, ALI, APENAS O NOSSO DESESPERADO DESEJO DE ALIMENTO."


Forte esse trecho, né? A ideia de segurança alimentar foi formada logo após a Primeira Guerra Mundial. Atualmente, classifica-se como insegurança alimentar grave quando o indivíduo não consegue fazer nenhuma refeição durante um dia ou mais. De acordo com o último levantamento da Penssan, 9% da população brasileira (19,1 milhões de habitantes) se encontram nessa situação mais grave, com um "desesperado desejo de alimento".


💧 "SE AO MENOS O MEDO ME FIZESSE RECUAR; PELO CONTRÁRIO, AVANÇO MAIS E MAIS NA MESMA PROPORÇÃO DESSE MEDO. É COMO SE O MEDO FOSSE UMA CORAGEM AO CONTRÁRIO. MEDO, CORAGEM, MEDO, CORAGEMEDO, CORAGEMEDO DE DOR E PÂNICO."


Essa é apenas uma das temáticas que Conceição Evaristo trabalha em seu livro. Olhos d'água é composto por 15 contos que misturam o social, o político e o emocional. A densidade na forma de escrita da Conceição é de tirar o folêgo. Cada conto é um corte profundo na alma. Foi impossível, para mim, conseguir ler as narrativas na sequência. Precisava parar, respirar, respirar de novo, dar um tempo, para, só assim, retomar a leitura.


💧 "E QUANDO A DOR VEM ENCOSTAR-SE A NÓS, ENQUANTO UM OLHO CHORA, O OUTRO ESPIA O TEMPO PROCURANDO A SOLUÇÃO."


As palavras compostas se destacam na poética forte da autora. Essa composição que mescla as palavras, também mistura as histórias das mulheres de cada conto como se fossem uma. O racismo, o machismo, a violência e o descaso com a pobreza são destaques que gritam, que clamam por socorro, por um basta.


💧 "MINHA MÃE SEMPRE COSTUROU A VIDA COM FIO DE FERRO."


Personagens invisíveis, periféricas e tão reais ganham foco e enchem nossos olhos d'água.


💧 "O AMOR É UM POÇO MISTERIOSO ONDE SE ACUMULAM ÁGUAS-LÁGRIMAS."


Leia Conceição Evaristo, se sensibilize, reflita e vote com consciência nas próximas eleições, para que essa realidade tão pungente em "Olhos d'água" fique cada vez mais apenas na ficção.


💧 "FICAMOS PLENOS DE ESPERANÇA, MAS NÃO CEGOS DIANTE DE TODAS AS NOSSAS DIFICULDADES. SABÍAMOS QUE TÍNHAMOS VÁRIAS QUESTÕES A ENFRENTAR. A MAIOR ERA A NOSSA DIFICULDADE INTERIOR DE ACREDITAR NOVAMENTE NO VALOR DA VIDA... MAS SEMPRE INVENTAMOS A NOSSA SOBREVIVÊNCIA."




Colabore com o blog: apoia.se/voandocomlivros





O livro está disponível nas melhores livrarias! Você também pode comprar sem sair de casa clicando na imagem ao lado. Comprando por esse link, você ajuda o blog sem pagar nada a mais por isso.







9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo