top of page
  • Foto do escritorKelly Rossi

O Cupom Falso - resenha


Título Original - Falshivyi kupon

Autor - Lev Tolstói

Nacionalidade - Russo

Tradução - Priscila Marques

Editora - 34

Gênero - Novela

Páginas - 96

Ano - 2023

ISBN - 9786555251432

Classificação - ⭐⭐⭐⭐⭐


Sinopse - "Depois de levar a arte do romance ao seu apogeu com Guerra e paz e Anna Kariênina ― amplos panoramas que desenham com nitidez espantosa tanto o que se passa no interior do indivíduo como no conjunto das forças sociais ―, Lev Tolstói, no auge de sua fama, dedicou-se a buscar uma forma minimalista, capaz de condensar nas poucas páginas de uma novela toda a riqueza e a complexidade de um grande romance. Concebido ao longo de mais de uma década e publicado somente em 1911, um ano após a morte do autor, O cupom falso está estruturado em duas partes simétricas. Se, na primeira, a falsificação de um cupom (espécie de nota promissória com valor de dinheiro na sociedade russa da época) por um jovem estudante dispara uma sequência de acontecimentos catastróficos envolvendo múltiplos personagens, na segunda parte assistimos ao movimento reverso, em que as ações humanas passam do mal à redenção. Mestre da arte narrativa, Tolstói alcançou em O cupom falso aquilo que a tradutora Priscila Marques definiu com exatidão, no posfácio, como “uma forma justa” ― isto é, uma forma literária capaz de expressar artisticamente sua implacável sede por justiça e verdade."



Sei que estarei sendo repetitiva ao falar da genialidade de Tolstói em construir personagens e enredo, mas o que posso fazer? O ilustre autor se confirma novamente nessa novela que traz lucidez e explicações sobre as piores ações da humanidade. Assassinatos e outras disforias, podem ser consequências de uma pequena cadeia de atos menores, acontecimentos que parecem banais. No posfácio, Priscila Marques explica esse efeito como as bonequinhas Makioska que vão se encaixando até ficarem gigantescas. Você também pode olhar como efeito borboleta: "o bater de asas de uma simples borboleta poderia influenciar o curso natural das coisas e, assim, talvez provocar um tufão do outro lado do mundo."


"O Cupom Falso" é uma novela sobre o bem e o mal. Um jovem pediu ao pai um aumento da mesada para um fim específico e esse pai o repreendeu rudemente. Esse jovem tenta algumas alternativas até chegar em um amigo que o aconselha para conseguir o dinheiro ilegalmente. Aí nasce o cupom falso e é através dele que as coisas começam a mudar. Pessoas brigam e são mortas... o descontentamento é geral. A beleza da história está no bem e em sua poderosa influência e capacidade de bater de frente com o mal e alterá-lo.

"O Cupom Falso" foi publicado em 1911, um ano após a morte de Tolstói. É uma linda novela, expressiva, e tem um grande objetivo: mostrar que mesmo uma natureza negativa que exala ruindade pode ser modificada.


Independente de qualquer crença, somos responsáveis pelo nosso comportamento e pelo o que ele pode causar. Que nossa natureza positiva prevaleça e o elo de bem que parte dela, seja forte o suficente para transformar em belo qualquer natureza diferente.


Obrigada, mais uma vez, Tolstói, por ser tão incrível!


Beijos, um ótimo voo a todos e até a próxima! 📚




Colabore com o blog! apoia.se/voandocomlivros




O livro está disponível nas melhores livrarias! Você também pode comprar sem sair de casa clicando na imagem abaixo.




205 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page