• Kelly Rossi

Retrato Inacabado - resenha


Título Original - Unfinished Portrait

Autora - Agatha Christie

Nacionalidade - Britânica

Tradução - Lúcia Brito

Editora - L&PM

Gênero - Romance

Páginas - 320

Ano - 2011

ISBN - 9788525423603

Classificação - ⭐⭐⭐⭐⭐❤


Sinopse - "Durante uma viagem a uma ilha exótica, Larraby, um célebre pintor de retratos, conhece Celia, uma bela e interessante mulher. Ao perceber que ela está prestes a cometer um ato extremo, ele resolve escutar sua história e, assim, tentar mudar seu destino. Larraby elabora um verdadeiro retrato dela, mas com palavras, reconstruindo a vida de Celia até o momento atual. Este encontro acaba trazendo à tona uma explosão de sentimentos que farão do passado desses dois solitários uma experiência sem igual."


"O DESGOSTO NÃO DURA PARA SEMPRE. NADA DURA. SÓ UMA ÚNICA COISA CONSOLA E CURA DE VERDADE: O TEMPO."


"Retrato Inacabado" é o segundo romance da Agatha Christie que foi publicado pela primeira vez em 1934 com o pseudônimo Mary Westmacott.


Os protagonistas, Celia e Dermot, são inspirados na própria Agatha e Archie, seu primeiro marido. Ou seja, boa parte desse livro é autobiográfico.


A Agatha usou esse livro como uma espécie de desabafo. O fim de seu casamento com Archie, em 1928, foi profundamente doloroso, deixou muitos machucados e a autora não conseguia se abrir para conversar sobre seus problemas, nem com amigos mais próximos. Em 1933, a Agatha já estava vivendo uma nova fase, feliz e casada com Max, ela se sentia segura para refletir calmamente sobre seu primeiro relacionamento. Protegida com o pseudônimo, suas recordações de um período terrível foram selecionadas e inseridas em suas histórias.



"CRESCI MUITO DESCONFIADA DE MIM MESMA. ME ACHAVA "ATARRACADA", NÃO ERA UMA PESSOA ALTA, ELEGANTE. [...] EU ERA POR DEMAIS MODESTA A MEU RESPEITO."


"Retrato Inacabado" é pintado por Larraby. Durante sua viagem a uma ilha exótica, ele encontra uma moça a quem resolve chamar de Celia, ao perceber que ela vive um momento crucial e está prestes a tomar uma decisão sem volta. Larraby resolve escutar sua história. E com pinceladas detalhadas, Larraby transmite em palavras toda a trajetória dessa mulher fascinante, desde sua infância até o momento em que ele a conhece pessoalmente.


"SER JOVEM. FICAR VELHO. QUE MISTERIOSO. QUE AMENDROTADOR ERA TUDO ISSO. HAVERIA ALGUM MOMENTO NO QUAL VOCÊ ERA MAIS VOCÊ DO QUE EM QUALQUER OUTRO MOMENTO?"


Falar sobre esse livro é extremamente difícil para mim, foi uma leitura marcante e muito emocionante. Ao escrever essas palavras, sinto minha garganta apertada só de lembrar.

Estou acostumada a ler livros doloridos, mas saber que uma pessoa tão incrível e querida para mim, viveu determinadas situações que são narradas nesse livro, me levou ao limite da angústia. Ninguém merece viver certas coisas.


"NEM SEMPRE É SÁBIO GOSTAR DEMAIS. É SEMPRE UM TORMENTO CONSTANTE."


Minha admiração e amor pela pessoa que hoje conhecemos como Rainha do Crime só aumentou. Se eu puder absorver 0,01% de sua força lendo seus livros, já estou muito feliz. Que mulher maravilhosa! Só quero deixar registrado aqui o meu agradecimento por ela não ter desistido e por ter dividido conosco esse lado tão humano da sua existência.


"SE VOCÊ AMA UMA PESSOA, SUAS FALHAS E DEFEITOS A TORNAM MAIS QUERIDA PARA VOCÊ, E NÃO MENOS."


Você já leu esse ou outro romance da autora sob o pseudônimo de Mary Westmacott? Tem vontade de ler?




Beijos, um ótimo voo a todos e até a próxima!📚💖


Colabore com o blog: apoia.se/voandocomlivros





O livro está disponível nas melhores livrarias! Você também pode comprar sem sair de casa clicando na imagem ao lado. Comprando por esse link, você ajuda o blog sem pagar nada a mais por isso.



7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo