top of page
  • Kelly Rossi

O Natal de Hercule Poirot - resenha


Título Original - Hercule Poirot's Christmas

Autora - Agatha Christie

Nacionalidade - Britânica

Tradução - Érico Assis

Gênero - Romance Policial

Editora - Harper Collins

Páginas - 222

Ano - 2021

ISBN - 9786555112245


Classificação - ⭐⭐⭐⭐


Sinopse - "Quando o abastado Simeon Lee convidou seus quatro filhos e respectivas esposas para o Natal, não tinha em mente um reencontro caloroso. A ocasião era apenas um pretexto para anunciar, em meio a vociferações e insultos, que seu testamento seria alterado após as celebrações.

Mas as queixas não se mantêm por muito tempo. Depois do jantar, os convidados escutam um estrondo e um grito ensurdecedor. Ao chegarem no quarto de Simeon, encontram seu corpo coberto de sangue e a mobília do quarto revirada. Mas como descobrir o assassino de um homem que cultivou inimigos a vida inteira? Somente Hercule Poirot poderá responder a esta pergunta."


Se você quer fugir dos clichês temáticos, mas ainda sim ler um livro natalino, essa dica é para você!


"O Natal de Hercule Poirot" foi escrito em resposta ao cunhado de Christie, James, que pediu a ela um assassinato real, violento e com muito sangue, e não mais um dos assassinatos anêmicos que, na opinião dele, ela vinha escrevendo. Bom, James teve seu desejo de Natal realizado com esse livro.👀


Assim como em seu último romance, aqui também temos a presença tirânica do representante da família. Em "Encontro com a morte" essa figura era a mãe, aqui temos um pai rico e sádico, Simeon, a quem todos odeiam por motivos diversos. Além desse personagem enigmático e todos os seus familiares, temos uma coleção de estrangeiros suspeitos: um francês, um sul-africano e uma beldade espanhola.


Simeon consegue reunir todos os seus familiares em sua casa para passar o Natal. Mas ter uma confraternização com espírito natalino está bem longe de seus planos.


O desfecho desse livro foi um dos mais surpreendetes na minha trajetória de leitora da Agatha. No momento que escrevo essa resenha eu ainda não consigo acreditar em como ela pode ter me enganado tanto haha...


Agatha Christie sempre faz algumas menções dos momentos históricos em suas obras e nessa não foi diferente. Eu adoro isso! É 1938 e referências sobre uma guerra se formando pode ser notada pelo menos duas vezes durante a obra.


Bom, mais uma vez eu não acertei o assassino, as citações de Shakespeare desviaram totalmente a minha atenção (alá eu tentando arrumar uma desculpa para errar outra vez😅). Esse livro não entrou para os meus favoritos da autora, achei que poderia ter um pouco mais de Natal nele, achei alguns trechos cansativos e repetitivos e também senti falta do humor característico da autora, mesmo assim foi uma boa leitura e minha cara de trouxa com a revelação final foi muito marcante. Obrigada por mais essa experiência, Rainha Christie!


Uma excente véspera de Natal, voadores!🎅🏻🎄📚


Colabore com o blog: apoia.se/voandocomlivros







O livro está disponível nas melhores livrarias! Você também pode comprar sem sair de casa clicando na imagem ao lado. Comprando por esse link, você ajuda o blog sem pagar nada a mais por isso.

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page