top of page
  • Foto do escritorKelly Rossi

Paixão Simples - resenha

Atualizado: 5 de mai. de 2023


Título Original - Passion Simple

Autora - Annie Ernaux

Nacionalidade - Francesa

Tradução - Marília Garcia

Editora - Fósforo

Gênero - Autoficção

Páginas - 64

Ano - 2023

ISBN - 9786584568297

Classificação - ⭐⭐⭐⭐⭐


Sinopse - "Um dos livros de Annie Ernaux mais adorados pela crítica e pelo público, Paixão simples é também um dos mais ambiciosos por sua tentativa de dar conta da radicalidade da experiência de se apaixonar. Nas breves páginas deste relato profundamente humano, publicado pela primeira vez em 1992, a vencedora do prêmio Nobel de 2022 esmiúça o estado de enamoramento absoluto que experimentou quando, já divorciada e mãe de dois filhos crescidos, viveu um relacionamento com um homem casado. Durante os meses em que se relacionou com A., toda a existência da autora foi regida por um novo signo, que ela disseca com precisão e franqueza. “Graças a ele”, afirma, “eu me aproximei do limite que me separa do outro, a ponto de às vezes imaginar que iria chegar do outro lado”. Essa proximidade do limiar, tão própria do sujeito apaixonado, assume formas variadas no relato. A primeira fronteira a ser deixada para trás é a da razão, que cede espaço ao pensamento mágico por meio do qual se manifesta a expectativa agonizante de ser correspondida. Cada evento, palavra ou pessoa ao redor só tem interesse para Ernaux na medida em que a faz pensar em A. Cada minuto longe dele é uma espera que transcorre de forma diversa do ritmo da vida real. Tema recorrente na obra da escritora, o tempo em Paixão simples não obedece à lógica ou à História. “Para mim não havia essa cronologia em nossa relação, eu só conhecia a presença ou a ausência”, eis o aspecto radical da paixão. Uma vez terminada a relação, o tempo entra em cena novamente, desta vez como índice do rastro deixado por um acontecimento marcante: “Estava sempre calculando, ‘há duas semanas, cinco semanas, ele foi embora’, e ‘no ano passado, nessa data, eu estava aqui, fazendo isso e aquilo’ […]. Pensava que era muito estreito o limiar entre essa reconstituição e uma alucinação, entre a memória e a loucura”. Verdadeira anatomia da alma apaixonada, este livro é também uma reflexão sobre o poder da escrita e um elogio ao luxo que é viver um grande amor."



💘 "Continuar a escrever é também adiar a angústia de entregar o texto para outros lerem."


Annie Ernaux escreve excepcionalmente, mais do que isso, ela coloca a alma no papel, sua narrativa é simples, honesta e ousada, então sempre tenho o dobro de satisfação ao lê-la.


Diferente do que aconteceu comigo em "Os Anos", em "Paixão Simples" Annie Ernaux me conquistou na hora, me agarrou desde as primeiras páginas e depois que me soltou, quando cheguei ao final do livro, estava sem fôlego.


💘 "Via o dia à minha frente, não tinha planos. Apenas a sensação de que o tempo não me conduziria mais a lugar nenhum, somente me fazia envelhecer."


"Simples paixão" é uma primor de texto, que, em apenas 60 páginas, expressa tanto e com tanta intensidade... Como a paixão, embora total, pode ser simples, baseada apenas nos momentos com a pessoa amada, tudo o que antecede e o que vem depois são apenas momentos subordinados a eles. Assim são as várias qualidades do ser humano, suas faltas, o clima, cada coisa e cada fato. Não sei como Ernaux pode descrever tudo com tanta clareza, agora parece que vejo as paixões do mundo com outros olhos, posso senti-las com muito mais facilidade, como se tivessem um núcleo ardente, frio à primeira vista , mas, na verdade, destruidor. (acho que já estou viajando, a Ernaux faz isso comigo, os pensamentos inflam...)


Ela é pura lucidez, talento e coragem, que dão vida e força às palavras. Ela nasceu para escrever. Fico encantada e honrada quando me deparo com tais textos. Porque, ao lê-los, eu me renovo... me desconstruo... me encontro. E, de fato, é por isso que amo o poder da literatura, por esse dom inestimável de me devolver a mim mesma de formas tão diferentes.


💘 "Não quero explicar minha paixão - o que me levaria a considerá-la um erro ou um transtorno do qual seria preciso me justificar -, só quero mostrar o que ela é."


"Paixão Simples" aborda uma relação extremamente apaixonada, obsessiva e intensa com um homem casado, mas na verdade mostra o que a paixão faz a uma pessoa. E a paixão retratada nesse livro não se refere apenas a uma pessoa específica. Ernaux faz uma declaração ao ato de escrever. É um amor gigantesco que escorre das páginas e se renova em uma ardente paixão a cada novo texto.

💘 "Eu achava que a escrita deveria se aproximar dessa impressão provocada pela cena do ato sexual, desse sentimento de angústia e estupor, da suspensão de julgamento moral."


Sua lucidez, com tanto talento e com tanta coragem, dão vida e força às palavras. Ela nasceu para escrever. Fico encantada e honrada quando me deparo com tais textos. Porque, ao lê-los, eu me renovo... me desconstruo... me encontro. E, de fato, é por isso que amo o poder da literatura, por esse dom inestimável de me devolver a mim mesma de formas tão diferentes.


💘 "Eu era apenas o tempo passando por mim."


Absorvi suas palavras e vivi em seu livro. Espero que você também tenha essa oportunidade. Pois Ernaux mais do que ninguém, dá nome e reestaura o ordem das coisas. Como não amar lê-la?


Beijos, um ótimo voo a todos e até a próxima! 📚



Colabore com o blog! apoia.se/voandocomlivros



O livro está disponível nas melhores livrarias! Você também pode comprar sem sair de casa clicando na imagem abaixo.




378 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page